Maria Helena Lacava: uma vida dedicada aos livros

Única mulher livreira de Caxias do Sul atua na área a mais de 30 anos

Maria Helena Lacava. Foto: Augusto Demore Gobatto

Proprietária da livraria Mercado de Ideias, Maria Helena Lacava, 59 anos e natural de Vacaria, conta que foi influenciada na leitura pelo pai Milton e pela família dele, que cultivava o hábito de ler. “Meu avô tinha uma pequena biblioteca em casa e todos liam muito”, conta.

Maria Helena explica que por parte de mãe a história é totalmente oposta. “A família era de pobres e negros, cem porcento analfabeta, enquanto meu pai era branco e de classe média”.

“Na cidade de Vacaria, na década de 1980 existia uma biblioteca muito boa onde meu pai frequentemente buscava livros”. Aos 10 anos de idade, ela leu o livro “Eram os Deuses Astronautas” e vários outros que não eram os mais adequados para a sua idade. Aos quatorze anos, começou a trabalhar na rodoviária de Vacaria e sempre que conseguia um momento de folga, aproveitava para ler.

O pai trabalhava no antigo Instituto Nacional de Previdência Social (INPS), hoje atual Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Por ser comunista, no período da ditadura perdeu o emprego e a família passou por sérias dificuldades.

Após anos de processo, conseguiu reaver o cargo e mudou com a família para Caxias do Sul. Para Maria Helena, os livros sempre foram um consolo em sua vida, companheiros inseparáveis e a influência do pai sempre foi muito forte. ” Os livros fazem parte da minha vida desde sempre”, relembra.

Em 1982, Maria Helena começou a trabalhar na empresa Molduras Caxiense, local que permaneceu durante 10 meses, mas acabou sendo demitida por não se adaptar ao trabalho. Após a demissão foi até a Câmara de Industria, Comércio e Serviços (CIC) e conseguiu uma carta que indicava uma oportunidade de emprego na Livraria Sulina. No mesmo dia ela começou a trabalhar como estagiária. Após dois meses de trabalho, devido a uma forte crise na economia daquele ano, foi novamente demitida.

Em fevereiro de 1985 foi recontratada pela Livraria Sulina e ali permaneceu por 10 anos. Maria Helena conta que sempre teve o sonho de ter a própria livraria e, durante um longo período, foi fazendo as economias para concretizar o seu objetivo. Foi quando o plano econômico do então Presidente Fernando Collor de Mello confiscou os valores depositados na poupança e ela acabou perdendo as economias. “Esse fato me marcou muito, foram 4 anos juntando um valor que foi totalmente perdido”, lamenta.

Após ser demitida novamente em 12 de dezembro de 1994, com o dinheiro da rescisão do contrato e mais algumas economias, assinou, no mesmo dia, o contrato de aluguel da sala que comportaria a livraria onde ficou por 25 anos. Em 2014, novamente a crise atingiu os negócios. “Em 2017, a minha sócia na época teve um diagnóstico de câncer. Foi um momento muito triste, eu estava percebendo duas mortes se aproximando, da amiga e do negócio,” comenta.

No dia 28 de dezembro de 2019, a livraria sai da Avenida Júlio de Castilhos e passa a existir no bairro Planalto. Maria Helena diz que foi necessário adaptar-se ao novo momento, por isso passou a utilizar as plataformas digitais. “É a nova forma para sobreviver”, diz ela. Investiu em tele-entrega gratuita. Junto com a encomenda, os clientes recebem uma máscara, tão necessária nesse momento de pandemia. Com essas mudanças, manteve muitos clientes conquistados nestes 35 anos de mercado.

Com relação a presença das mulheres na literatura, a livreira acredita que tem crescido bastante. “As editoras estão abrindo mais espaços”, explica, relembrando que quando trabalhou como gerente de livraria, por vezes queriam falar com “o gerente”.

Sobre a Feira do Livro que será realizada no mês de novembro, em Caxias do Sul, ela acredita que se for decidido por uma versão virtual, seria melhor não realizar. Porém ela considera que, conforme os diálogos sobre a Feira indicam, até novembro talvez seja possível realiza-la de forma presencial sendo tomados todos os devidos cuidados.

“A Feira do Livro foi criada para que justamente os livros viessem sair das quatro paredes. Muitas pessoas ainda se intimidam ao entrar em uma livraria, a Feira do Livro vem com a intenção de tornar o livro popular e que o preço também fique popular. Esse foi o primeiro significado da Feira do Livro”, finaliza.

A livraria Mercado de Ideias fica no bairro Planalto, Rua João Comerlatto, 677. O telefone para contato é o (54) 3213.2768. Também é possível entrar em contato pelo Facebook  https://www.facebook.com/livrariamercadodeideias.

3 comentários em “Maria Helena Lacava: uma vida dedicada aos livros

  1. Grande Maria Helena Lacava,minha querida amiga,companheira de tantas Feiras do Livro em Caxias do Sul.Uma guerreira,um ser humano de riso largo,de um coração gentil,e ao lado dela a Alegria é certa.Lendo tua história,sei que não foi,e, não está sendo fácil.Mas acredito na tua determinação,e com certeza terás de volta tua livraria.Quero te dizer,que tenho saudades de nossos papos,e da tua presença,sempre tão acolhedora.Meu abraço fraterno,e um beijo de tua amiga que te quer muito bem.FÔRÇA E FÉ…

    Curtir

  2. Dear Maria Helena, I got impressed by your story about your love for books.
    You’re a really brave , smart and strong woman and owner of a 35-year- old bookshop.
    Congratulations on your success!
    Keep on doing that amazing job.

    Curtir

  3. Desde 1992, somos parceiros da Maria Helena. Agora continuamos via internet..
    Parabéns Helena pois voce merece muito, pela competência e persistência.
    Quanto à feira do livro, entendemos que poderia ser realizada na praça mesmo, pois é ao ar livre. Bastaria
    adotar algum protocolo como controle de acesso limitado e com as máscaras.
    Acreditamos que aos poucos tudo vai melhorar e com grande aprendizado para o resto de nossas vidas.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: